PROGRAMA CONECTA: MINHA EXPERIÊNCIA ENQUANTO MENTORADA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Texto por: Camila Kellen Paz de Carvalho, Mentorada de Itabuna, Bahia que participou da Turma de Abril do Conecta. 

Eu conheci o Instituto Joule em um momento muito oportuno. Isso porque, mesmo após
valiosas experiências de aperfeiçoamento pessoal e profissional, eu ainda sentia a
necessidade de nortear melhor a minha carreira, equilibrando todas as minhas áreas de
interesse.

Foi com essa motivação que me inscrevi no processo seletivo do Programa Conecta
e felizmente fui pareda com o Lucas Griebeler, meu mentor.

Vários motivos me levam a acreditar que esse foi o “match” perfeito.

Além de ser um advogado competente, o Lucas reúne qualidades e conquistas que muito dialogam com as minhas aspirações profissionais. Graças a essa identificação, mantivemos um contato
frequente durante todo o ciclo e a cada sessão eu pude confirmar que ele realmente era a
pessoa adequada para me ajudar.

Ao longo dessa experiência, tratamos de temas pré-estabelecidos e alguns outros do meu
interesse, a exemplo de carreiras no Direito, iniciação científica, oportunidades no Brasil e no
exterior e até mesmo inglês jurídico.

Simultaneamente, adquiri aprendizados que levarei para
toda a vida sobre como ser mais segura e persistente nos meus objetivos.

A mentoria coincidiu também com minha participação no processo seletivo do programa
CEO For One Month, organizado pelo Grupo Adecco. Consequentemente, meu mentor me
ajudou com dicas de entrevistas, além de inspirar bastante confiança. Com todo esse suporte,
o resultado não poderia ser outro: fui selecionada dentre mais de 5000 candidatos a nível
nacional para me tornar CEO com apenas 19 anos. E como já podem imaginar, eu e meu
mentor comemoramos juntos essa conquista.

É um privilégio poder contar com um profissional desse nível. Quando digo “contar”,
realmente me refiro à disposição que o Lucas tem para me orientar. Ele está sempre aberto a
me ouvir e contribuir ao máximo, demonstrando que realmente se importa comigo e meus
projetos. Esse aspecto foi surpreendente e muito gratificante.

Olhando para trás, eu percebo que pude usufruir de ótimos conselhos, me conectar com
pessoas, ampliar minhas perspectivas e refletir sobre provocações que impactaram diretamente
no meu crescimento. Ao fim, ficou muito claro que ter um mentor de carreira (e, no meu caso,
de vida) é um complemento positivo a qualquer jovem. Mais interessante ainda é saber que há
iniciativas, como o Joule, que oportunizam essa vivência de forma inteiramente acessível e
entregando alta qualidade.

Para concluir, gostaria de registrar aqui minha gratidão ao Instituto Joule que tão
atenciosamente me acolheu e me proporcionou essa experiência. Meus resultados são reflexos
de uma equipe que, com olhar sensível, me direcionou um profissional excelente e ajustado às
minhas expectativas.

Chego na reta final da mentoria cheia de energia para trilhar um caminho de sucesso e,
quem sabe, retornar futuramente ao Joule como mentora, inspirando novas gerações.

 

COMPARTILHE

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Shirley Schneider

Shirley Schneider

COMENTE

Fechar Menu
pt_BR
en_US pt_BR